Conforto

200 Crônicas Escolhidas - Rubem Braga

Mulher impertinente manga à 60502

U m grau de latitude separa Belém da linha do Equador. De dia, o sol fustiga a cabeça, os ombros, o rosto, os postes, as casas, os prédios, as calçadas, os carros, os ônibus. O sol fustiga tudo. Temos visto isso, esse empréstimo disparatado de protocolos criados para outras culturas e outros climas. O aspecto da cidade ao amanhecer era extremamente aprazível. Bates e Wallace logo deram com borboletas. Ali pouco se fala de flora e ainda menos de fauna, salvo a aprisionada no zoológico do Museu Goeldi. Um artigo sobre a Amazônia bem poderia começar assim.

Mesma Série:

By using our site, you agree to our collection of information through the use of cookies. To learn more, view our Privacy Policy. To browse Academia. Remember me on this computer. Enter the email address you signed up with and we'll email you a reset link. Need an account? Click here to sign up.

Arrabalde: Parte I A floresta difícil

Apesar disso, nunca perdeu sua inocência de certa forma, continuando ainda com sua mesma personalidade gentil e humilde. Depois fugir de casa durante mais um abuso sexual de seu padrasto, a jovem vestia unicamente um moletom amarelo que media até próximo de seus joelhos e sapatos marrons. Após ser adotada por Kouta e Yuka, a mesma muda sua vestimenta para uma camiseta verde de mangas compridas somada com um vestido amarelado por cima, nada muito extravagante. Por fim, seu uniforme escolar é bem simples e padronizado, composto por uma blusa singelo curta branca, uma pequena gravata avermelhada em seu peito e uma saia cobalto de comprimento mediano. Um dia ela encontra um guarda-chuva perdido na praia, havia um endereço escrito que levava até Solar Kaede, uma pousada.

Especificações

Zahidé Lupinacci Muzart. Porto Alegre, 23 de março de Schmidt UFSC.

Leave a Reply

Your email address will not be published.