Soluções

7 coisas que as mulheres sauditas não podem fazer mesmo após alcançarem direito a dirigir

A moça de reunião 40847

The purpose of this article is to comparatively analyze the processes of social, political and economical exclusion of Muslim women in Iran and Turkey. These processes are related to a system of beliefs and values of religious character. We suggest that the specific political models that exist in Turkey and Iran play a fundamental role in institutionalizing these processes in structurally different ways. Sugerimos que los modelos políticos que operan en Turquia y en Iran juegan un papel fundamental en definir estos procesos.

Services on Demand

Mas a lista de proibições às mulheres sauditas ainda é longa. Ela topou explicar algumas delas. A imprensa relata um caso em que uma júvene foi estuprada por uma gangue. Por causa disso, ela foi punida pela Justiça e recebeu mais chibatadas do que um de seus agressores. Isso basta para muitas delas, conta Débora.

Filosofia da ciência

A farmacêutica Maria da Penha ficou paraplégica depois de um tiro à queima-roupa do marido agressor. Jandira Magdalena , auxiliar administrativo, morreu aos 27 anos ao procurar por um aborto em uma clínica clandestina no Rio de Janeiro. A violinista Mayara Amaral foi roubada, espancada e teve o corporação queimado por três homens na rua.

Força normal

O Líbano, por exemplo, uma sociedade moderna convive com costumes medievais. Éestamos no Oriente Médio e muitos homens exatamente agem como sultões, em um universo que eles acreditam que mulheres existem para servi-los. Homens que mandam. À primeira vista, pelo menos no primo encontro, Beirute, a capital do Líbano, parece um paraíso da modernidade. Para os padrões do Oriente Médio, a noite pegando fogo é muita ousadia. ONU lista países muçulmanos que restante desrespeitam direitos das mulheres. Um estudo da ONU, de março deste ano, fez um ranking dos países muçulmanos que mais desrespeitam os direitos das mulheres.

Leave a Reply

Your email address will not be published.